Alergia em Foco Vacina contra rotavírus


dez

12

2014

Vacina contra rotavírus

O rotavírus é um vírus da família Reoviridae que causa diarreia grave, frequentemente acompanhada de febre e vômitos. É, hoje, considerado um dos mais importantes agentes causadores de gastroenterites e óbitos em crianças menores de 5 anos, em todo o mundo. A maioria das crianças se infecta nos primeiros anos de vida, porém os casos mais graves ocorrem principalmente em crianças até 2 anos de idade.

O que é a vacina?

A vacina contém cinco tipos de estirpes vivas de rotavírus. Quando se administra a vacina a uma criança, o sistema imunitário (as defesas naturais do organismo) produz anticorpos contra os tipos mais comuns de rotavírus. Esta é uma vacina constituída por vírus vivos atenuados, que protege contra as gastroenterites causadas pelo rotavírus. Sua aplicação é via oral, em três  doses.

Reações adversas

Comuns – Irritabilidade, perda do apetite.
Eventuais – Diarreia, vômito, dor abdominal, regurgitação. Pode ocorrer febre nos primeiros dias após vacina.

Quem deve tomar a vacina?

Todas as crianças devem ser imunizadas com 3 doses da vacina para proteção contra rotavírus. O esquema básico de vacinação é composto de 3 doses e a idade mínima para inicio da vacinação é de 6 semanas com limite de 12 semanas para ser administrada a primeira dose. O intervalo mínimo entre as doses é de 4 semanas, e o recomendável é de 2 meses. A ultima dose deve ser dada até 26 semanas.  A vacina não deve, de forma alguma, ser aplicada fora destes prazos.

Quem não pode tomar a vacina?

A vacina contra o rotavírus não deve ser administrada para crianças com qualquer história de doença gastrointestinal crônica, inclusive má-formação congênita do trato gastrointestinal. Não pode ser administrada também em crianças com imunodeficiências primárias e secundárias.
Fonte: Hospital Sírio Libanês
<< Voltar

Os comentários estão fechados.