Alergia em Foco Adolescente de 17 anos morre vítima de meningite em Camaquã, RS


jul

10

2015

Adolescente de 17 anos morre vítima de meningite em Camaquã, RS

Jovem de Dom Feliciano morreu no hospital de Camaquã na quarta (8). Exames constaram que causa da morte foi por meningite meningocócica C.
Uma adolescente teve morte confirmada nesta sexta-feira (10) por meningite bacteriana em Dom Feliciano, na Região Sul do Rio Grande do Sul. Jéssica Madalena Goldez Wiatrowski, de 17 anos, morreu na madrugada de quarta-feira (8) no Hospital Nossa Senhora Aparecida de Camaquã.
Um exame feito no Laboratório Central de Saúde Pública do estado constatou que a causa da morte foi por meningite meningocócica tipo C. O resultado saiu na quinta (9).
A jovem trabalhava como estagiária na Escola Municipal de Educação Infantil João Cândido. A Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte decretou luto e suspendeu as atividades na creche por dois dias.
Com sintomas de gripe, a adolescente procurou atendimento no hospital de Dom Feliciano na tarde de terça (7). “Dor no corpo, febre alta. Sintomas até comuns nessa época. O médico prescreveu medicamentos e ela voltou ao trabalho”, relata ao G1 secretário de Saúde de Dom Feliciano, Tiago André Szortyka.
Duas horas depois, porém, Jéssica voltou a passar mal. Após o expediente de trabalho, por volta das 17h, foi ao posto de saúde. Com febre muito alta e queda de pressão, a jovem desmaiou e foi levada ao Pronto Atendimento do Hospital Nossa Senhora Aparecida de Camaquã, onde chegou por volta das 19h.
Segundo o secretário, a adolescente teve o quadro clínico agravado em questão de horas. “Fizemos o teste de encostar o queixo no peito e ela não apresentou dificuldades. Mas tinha todos os outros sintomas”, descreve o secretário.
Exames realizados já na madrugada de quarta (8) mostraram que a jovem tinha queda de plaquetas. O corpo também apresentou petéquias, que são pequenas manchas vermelhas na pele, resultado hemorragia de vasos sanguíneo. “Logo ela teve que ser entubada”, informa o secretário. Vinte minutos depois, Jéssica morreu.
Após a confirmação do óbito, a Prefeitura de Dom Feliciano solicitou ao governo do estado a distribuição de medicamentos preventivos à meningite. “Só o estado que fornece. Como ela tinha contato com o berçário e crianças até cinco anos, é importante”, reforça Szortyka.
Além disso, a Secretaria da Saúde de Dom Feliciano reforçou o atendimento no hospital e postos de saúde. “As pessoas estão se queixando de muitos sintomas e os casos precisam ser examinados”, sustenta.
A morte de uma mulher de 29 anos, há cerca de uma semana, está sendo avaliado. Existe a possibilidade dela também ter sido vítima de meningite.
Cachoeirinha tem surto da doença
Após duas mortes e mais um caso confirmado de meningite, a Prefeitura de Cachoeirinha, na Região Metropolitana de Porto Alegre, antecipou as férias escolares para os cerca de 9 mil alunos da rede municipal e estadual da cidade. O motivo é o surto da doença no bairro Jardim Betânia, onde o contágio já deixou duas vítimas.
Um adolescente de 17 anos está internado e teve o diagnóstico de meningite confirmado por exames. Ele está no Hospital Padre Jeremias, onde passa bem, segundo a Secretaria de Saúde de Cachoeirinha. Duas crianças morreram em função da doença. As vítimas foram uma menina de 12 anos, que morreu no dia 2 de julho, e um menino de 8, cujo óbito foi informado na terça (7).
A segunda vítima, Wesley, foi levada duas vezes pelo pai, Márcio Silva de Castro, ao Hospital de Cachoeirinha. Porém, a doença foi descartada por médicos que atenderam o menino nas duas oportunidades.
“Minha esposa está desesperada. A irmã dele, desesperada. Se tivessem, no mínimo, falado que podia ser meningite, eu o levaria a algum outro lugar. Como eles descartaram, acabaram prejudicando meu filho. Quando eu levei para outro hospital, não tinha o que fazer”, lamenta o pai do menino.
O decreto de emergência foi assinado com o objetivo de garantir recursos para viabilizar a vacinação da população da cidade. A partir desta sexta (10), será montada uma estrutura para imunizar os moradores do bairro Jardim Betânia.
PREVINA-SE, VEJA AQUI O QUE OFERECEMOS PARA VOCÊ E SUA FAMÍLIA
Fonte: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2015/07/adolescente-de-17-anos-morre-vitima-de-meningite-em-camaqua-rs.html
<< Voltar

Os comentários estão fechados.