Doenças previníveis por imunização Central de Vacinação

A YMUNE garante a qualidade das vacinas que oferece por ter completo acesso e familiaridade com tecnologias específicas de desenvolvimento, manuseio e aplicação de vacinas, além de contar com os melhores laboratórios e distribuidores.

Difteria

Descrição: É uma doença respiratória aguda causada pela toxina de uma bactéria que se localiza na garganta, o Corynebacterium diphtherie.
Sintomas: Surgimento gradual de uma inflamação na garganta, com a presença de uma membrana aderente e febre baixa.
Complicações: Obstrução de vias respiratórias, coma e morte se não tratada. Transmissão: Via respiratória, através da aspiração de secreções orais (tosse) e nasais de pessoas doentes ou objetos contaminados por suas secreções. A difteria continua sendo uma doença grave em todo o mundo, podendo incidir em qualquer faixa etária, sendo mais comum em áreas onde a cobertura vacinal é baixa. Ocorrência: A difteria continua sendo uma doença grave em todo o mundo, podendo incidir em qualquer faixa etária, sendo mais comum em áreas onde a cobertura vacinal é baixa.
Vacinas disponíveis: Vacina combinada contra a difteria e o tétano (dT) , contra a difteria, tétano e coqueluche ( dTPa), na vacina Pentavalente (dTPa + HIB + Salk) e na Hexavalente (dTPa + HIB + Salk + Hep. B).

Tuberculose

Descrição: É uma doença causada por uma bactéria – o Mycobacterium tuberculosis – que pode se manifestar de forma disseminada (tuberculose miliar) ou, mais freqüentemente, na forma de uma infecção localizada – geralmente respiratória (tuberculose pulmonar). A Tuberculose é especialmente perigosa nos primeiros meses de vida do bebê.
Sintomas: Febre vespertina, suores noturnos, fadiga, perda de peso, inapetência.
Complicações: Obstrução de vias respiratórias, coma e morte se não tratada. Através da via respiratória (tosse de uma pessoa com tuberculose pulmonar não tratada). Transmissão: Através da via respiratória (tosse de uma pessoa com tuberculose pulmonar não tratada). A Tuberculose continua sendo uma doença bastante comum em diversos países, incluindo o Brasil. Crianças pequenas e pessoas imunodeficientes (pacientes com AIDS, câncer de cabeça / pescoço, leucemia, silicose, doença renal crônica, diabetes mellitus etc) são mais propensas a desenvolver a doença ativa. Ocorrência:A Tuberculose continua sendo uma doença bastante comum em diversos países, incluindo o Brasil. Crianças pequenas e pessoas imunodeficientes (pacientes com AIDS, câncer de cabeça / pescoço, leucemia, silicose, doença renal crônica, diabetes mellitus etc) são mais propensas a desenvolver a doença ativa.
Vacinas disponíveis: vacina BCG intra-dérmica.

Tétano

Descrição: É uma doença aguda do sistema nervoso causada pela toxina de uma bactéria, o Clostridium tetani, encontrado em áreas urbanas e rurais, na poeira e na terra e em regiões contaminadas por fezes de bovinos e equinos.
Sintomas: Iniciais: contrações musculares dolorosas que surgem primeiro nos músculos da face (causando trancamento da mandíbula), rigidez de nuca e abdomen e dificuldade em deglutir. Tardios: febre, aumento da pressão sanguínea, espamos musculares generalizados e intensos e convulsões. Morte em 1/3 dos casos, especialmente em pessoas acima de 50 anos Complicações: Morte em 1/3 dos casos, especialmente em pessoas acima de 50 anos
Transmissão: É adquirido através da contaminação de ferimentos (mesmo pequenos) com os esporos da bactéria que são encontrados no ambiente. O tétano é uma doença infecciosa, não transmissível de um indivíduo para outro. Os anticorpos protetores são induzidos exclusivamente pela aplicação da vacina. O Tétano é um problema de saúde mundial. A doença ocorre quase que exclusivamente em pessoas não vacinadas ou vacinadas inadequadamente, em qualquer parte do mundo. Nos países em desenvolvimento, a maioria dos casos ocorre em recém-nascidos e crianças pequenas. Ocorrência:O Tétano é um problema de saúde mundial. A doença ocorre quase que exclusivamente em pessoas não vacinadas ou vacinadas inadequadamente, em qualquer parte do mundo. Nos países em desenvolvimento, a maioria dos casos ocorre em recém-nascidos e crianças pequenas.
Vacinas disponíveis: Vacina combinada contra a difteria e o tétano (dT), contra a difteria, tétano e coqueluche ( dTPa), vacina toxóide tetânico, na vacina Pentavalente (dTPa + HIB + Salk) e na Hexavalente (dTPa + HIB + Salk + Hep. B).

Coqueluche

Descrição: Doença infecciosa aguda, causada por uma bactéria chamada Bordetella pertussis, de rápida proliferação. Ao penetrar no organismo, essa bactéria lesa os tecidos da mucosa do aparelho respiratório.
Sintomas: Espasmos severos de tosse que podem interferir com a ingestão de alimentos e bebidas e a respiração.
Complicações: Pneumonia, encefalite (devido a falta de oxigenação) e morte, principalmente em crianças pequenas.
Transmissão: Via respiratória, através da tosse e secreção nasal (altamente contagiosa).
Ocorrência: A Coqueluche incide principalmente em crianças, mas também pode ocorrer em adultos após o término da imunidade conferida pela vacinação na infância. Continua sendo uma doença grave em todo o mundo, mais comum em áreas onde a cobertura vacinal é baixa.
Vacinas disponíveis: Vacina combinada contra a difteria, tétano e coqueluche ( dTPa), na vacina Pentavalente (dTPa + HIB + Salk) e na Hexavalente (dTPa + HIB + Salk + Hep. B).

Poliomielite

Descrição: É uma doença causada por um enterovírus – o Poliovírus dos tipos 1, 2 e 3 – que envolve o trato gastrintestinal e – ocasionalmente – o sistema nervoso.
Sintomas: A maioria dos casos não apresenta sintomas. Quando presentes, os sintomas são: febre, dor-de-cabeça, dor estomacal, rigidez de nuca e paralisia flácida (geralmente das pernas).
Complicações: Paralisia que pode levar a incapacitação permanente ou falência respiratória (somente 1 em cada 10 casos de paralisia se recupera); morte (2%-10% dos casos).
Transmissão: Através da via fecal-oral (contato pessoal direto ou com um objeto contaminado com fezes de uma pessoa com Pólio). Antes da disponibilidade de uma vacina, grandes epidemias da doença eram comuns. Hoje, graças ao Programa de Erradicação Global da Pólio, a sua transmissão caiu em todo o mundo. Ocorrência:Antes da disponibilidade de uma vacina, grandes epidemias da doença eram comuns. Hoje, graças ao Programa de Erradicação Global da Pólio, a sua transmissão caiu em todo o mundo.
Vacinas disponíveis: Vacina anti-pólio oral (Sabin); Vacina anti-pólio injetável – Salk (isolada ou combinada a outras vacinas como a DTPa, Hib e a Hepatite B).

Sarampo

Descrição: É uma doença respiratória aguda causada pelo Vírus do Sarampo, um vírus da família dos Paramyxoviridae.
Sintomas: Caracteriza-se por febre alta, tosse seca, coriza, vermelhidão e lacrimejamento ocular e erupção cutânea (de evolução da cabeça para o restante do corpo) que duram aproximadamente uma semana. A doença é particularmente grave em crianças menores de 5 anos, podendo ocorrer diarréia, otite, pneumonia, encefalite, convulsão e morte. Complicações:A doença é particularmente grave em crianças menores de 5 anos, podendo ocorrer diarréia, otite, pneumonia, encefalite, convulsão e morte.
Transmissão: Via respiratória, através da tosse e secreção nasal (altamente contagiosa).
Ocorrência: Afeta pessoas susceptíveis de qualquer idade. Antes do uso ampliado da vacina contra o Sarampo, mais de 90% das crianças se infectavam antes dos 12 anos de idade. Após o licenciamento da vacina na década de 60 e os esforços para a eliminação do Sarampo, a incidência da doença caiu consideravelmente. Entretanto, o Sarampo ainda é uma doença comum em vários países.
Vacinas disponíveis: Vacina contra o Sarampo, Caxumba e Rubéola (Tríplice viral combinada).

Caxumba

Descrição: É uma doença aguda da glândula parótida causada pelo Vírus da Caxumba,um vírus pertencente ao gênero dos paramixovírus.
Sintomas: Febre, dor-de-cabeça, dor muscular e edema (inchaço) da glândula parótida e dos gânglios linfáticos sub-mandibulares. Meningite, inflamação dos testículos ou ovários, inflamação do pâncreas e surdez (normalmente permanente). Complicações: Meningite, inflamação dos testículos ou ovários, inflamação do pâncreas e surdez (normalmente permanente). Afeta pessoas suceptíveis de qualquer idade. Antes do licenciamento da vacina a Caxumba era predominante entre as crianças em idade escolar. Com o uso ampliado da vacinação, a incidência da doença passou a ser maior entre 5 e 19 anos de idade (entre pessoas não vacinadas). Ocorrência:Afeta pessoas suceptíveis de qualquer idade. Antes do licenciamento da vacina a Caxumba era predominante entre as crianças em idade escolar. Com o uso ampliado da vacinação, a incidência da doença passou a ser maior entre 5 e 19 anos de idade (entre pessoas não vacinadas).
Vacinas disponíveis: Vacina contra o Sarampo, Caxumba e Rubéola (Tríplice viral combinada).

Rubéola

Descrição: É uma doença respiratória aguda causada pelo Vírus da Rubéola, um vírus da família dos togavírus.
Sintomas: Caracteriza-se por febre, erupção cutânea e aumento dos gânglios do corpo durando de 2-3 dias. Estes sintomas são geralmente leves em crianças, podendo ser mais intensos e acompanhados de dor articular nos adultos. Danos ao feto se contraída por uma mulher durante a gestação: surdez, catarata, defeitos cardíacos, retardo mental, danos hepáticos e esplênicos, aborto e morte fetal (pelo menos 20% de chance de dano fetal caso a mulher tenha sido infectada no início da gestação). Complicações: Danos ao feto se contraída por uma mulher durante a gestação: surdez, catarata, defeitos cardíacos, retardo mental, danos hepáticos e esplênicos, aborto e morte fetal (pelo menos 20% de chance de dano fetal caso a mulher tenha sido infectada no início da gestação).
Transmissão: Através da tosse e secreções nasais. Afeta pessoas suceptíveis de qualquer idade. Poucos países usam a vacina contra a Rubéola rotineiramente, logo a doença continua sendo comum em vários países no mundo. Os países que dispõem da vacina contra a Rubéola há algumas décadas apresentam diminuição significativa da incidência da doença em crianças pequenas e aumento nos adultos não-vacinados acima de 20 anos. Ocorrência:Afeta pessoas suceptíveis de qualquer idade. Poucos países usam a vacina contra a Rubéola rotineiramente, logo a doença continua sendo comum em vários países no mundo. Os países que dispõem da vacina contra a Rubéola há algumas décadas apresentam diminuição significativa da incidência da doença em crianças pequenas e aumento nos adultos não-vacinados acima de 20 anos.
Vacinas disponíveis: Vacina contra o Sarampo, Caxumba e Rubéola (Tríplice viral combinada).

Hepatite A

Descrição: A Hepatite A é uma doença infecciosa muito comum, sendo o tipo mais frequente de hepatite no Brasil. É causada por um vírus que afeta o fígado, produzindo sua inflamação e prejudicando o seu funcionamento,às vezes, provocando sérias consequências.
Sintomas: A doença aguda normalmente cursa com dor abdominal, fadiga, náusea, diarréia e amarelamento da pele e olhos; entretanto também pode ser assintomática (principalmente em crianças pequenas).
Complicações: A morte, em raros casos.
Transmissão: Mais frequente: através da via fecal-oral (contato pessoal direto ou com um objeto contaminado com fezes de uma pessoa com Hepatite A). Menos frequente: através da ingestão de alimentos e bebidas contaminadas pelo vírus. De uma maneira geral, a Hepatite A é altamente endêmica em todos os países em desenvolvimento (como o Brasil) e apresenta baixa endemicidade nos países desenvolvidos. Ocorrência:De uma maneira geral, a Hepatite A é altamente endêmica em todos os países em desenvolvimento (como o Brasil) e apresenta baixa endemicidade nos países desenvolvidos.
Vacinas disponíveis: Vacina contra a Hepatite A (isolada ou combinada com a vacina contra a Hepatite B).

Hepatite B

Descrição: É uma doença grave causada pelo vírus da Hepatite B (VHB), que ataca o fígado e pode se manifestar de forma aguda ou crônica.
Sintomas: A doença aguda se manifesta com dor abdominal, fadiga, náusea, diarréia, amarelamento da pele e olhos e dor articular, que podem evoluir com gravidade variável. A pessoa recém infectada também pode não apresentar sintomas no início, ou desenvolver um estado de “portador assintomático do vírus” (correspondendo a 50% dos adultos infectados), transmitindo sem saber a doença a outras pessoas. Hepatite crônica, cirrose hepática e câncer hepático (quanto mais nova a pessoa, maior a probabilidade de permanecer infectada e apresentar problemas hepáticos para o resto da vida). Complicações:Hepatite crônica, cirrose hepática e câncer hepático (quanto mais nova a pessoa, maior a probabilidade de permanecer infectada e apresentar problemas hepáticos para o resto da vida).
Transmissão: Através do contato com sangue e derivados (saliva, suor, lágrima) e através do contato sexual (sêmen e secreção vaginal) com uma pessoa infectada; durante a gestação. A Hepatite B é uma doença endêmica em todo mundo. A maioria dos casos (90%) ocorre em adolescentes e adultos, mas são as crianças as que mais freqüentemente se tornam portadoras crônicas do vírus. Ocorrência:A Hepatite B é uma doença endêmica em todo mundo. A maioria dos casos (90%) ocorre em adolescentes e adultos, mas são as crianças as que mais freqüentemente se tornam portadoras crônicas do vírus.
Vacinas disponíveis: Vacina contra a Hepatite B (isolada ou combinada com a vacina contra a Hepatite A) e na Hexavalente (dTPa + HIB + Salk + Hep. B).

Gripe

Descrição: É uma doença respiratória aguda altamente contagiosa causada por um vírus – o Myxovírus influenza – principalmente dos tipos A e B.
Sintomas: Caracteriza-se por febre alta e calafrios, tosse seca, dor muscular, dor-de-cabeça e inflamação da garganta, que duram aproximadamente 5 dias. As crianças podem ainda apresentar sintomas gástricos e/ou diarréia. Pneumonia e morte. Complicações:Pneumonia e morte.
Transmissão: Através do contato com uma pessoa infectada ou do ar contaminado (altamente contagiosa). O vírus da Gripe modifica-se constantemente, logo é capaz de causar epidemias anuais – contra as quais a população não têm imunidade de infecções passadas – em todo o mundo. A Gripe afeta pessoas de todas as idades e é responsável por milhares de mortes anualmente em todos os países, principalmente entre crianças pequenas, idosos, pessoas com doenças crônicas e pessoas imunocomprometidas. Ocorrência:O vírus da Gripe modifica-se constantemente, logo é capaz de causar epidemias anuais – contra as quais a população não têm imunidade de infecções passadas – em todo o mundo. A Gripe afeta pessoas de todas as idades e é responsável por milhares de mortes anualmente em todos os países, principalmente entre crianças pequenas, idosos, pessoas com doenças crônicas e pessoas imunocomprometidas.
Vacinas disponíveis: Vacina contra a Gripe (a vacina contra a Gripe tem a sua composição atualizada anualmente e de forma igual por todos os laboratórios fabricantes e contém as 3 cepas do vírus da Gripe que têm a maior probabilidade de circular no ano correspondente). Vacina contra rotavírus.

Varicela

Descrição: É uma doença aguda causada pelo vírus Varicela Zoster.
Sintomas: A infecção inicial resulta na Varicela, que caracteriza-se por uma erupção cutânea pápulo-vesicular associada à grande coceira, normalmente em tronco e face. Após a convalescência da Varicela, o vírus permanece vivo no organismo numa forma latente em gânglios nervosos e pode permanecer assim pelo resto da vida ou voltar a se multiplicar posteriormente, causando um quadro de Herpes zoster.
Complicações: Infecção bacteriana secundária da pele, pneumonia,ataxia cerebelar e encefalite (normamente mais grave em crianças a partir de 13 anos de idade e adultos).
Transmissão: A forma mais comum é a via respiratória, através da tosse e secreção nasal de uma pessoa com Varicela (altamente contagiosa), mas pode ser transmitida também através do contato com o líquido das vesículas de uma pessoa com Varicela ou Herpes zoster. Incide mais em crianças abaixo dos 10 anos de idade mas é mais grave entre os adultos, as crianças abaixo de 1 ano de idade e as pessoas imunocomprometidas. Ocorrência:Incide mais em crianças abaixo dos 10 anos de idade mas é mais grave entre os adultos, as crianças abaixo de 1 ano de idade e as pessoas imunocomprometidas.
Vacinas disponíveis: Vacina contra Varicela.

Febre Amarela

Descrição: É uma doença febril aguda causada pelo vírus da Febre amarela.
Sintomas: Variam em gravidade, podendo se apresentar como uma síndrome gripal até uma hepatite grave e febre hemorrágica.
Complicações: Cerca de 15% dos doentes infectados apresentam sintomas graves, que podem levar à morte. A febre amarela pode causar um funcionamento inadequado de órgãos vitais como fígado e rins. Conseqüentemente, isso provoca uma diminuição do volume urinário ou até mesmo a ausência de urina na bexiga e o coma. Os pacientes que sobrevivem conseguem se recuperar totalmente.
Transmissão: Através da picada de um mosquito infectado com o vírus; no Brasil o mosquito transmissor é o Aedes aegyptii. A doença só ocorre onde existe o mosquito transmissor e geralmente é restrita às áreas de floresta, ocorrendo na região subsaariana da África (sendo as crianças as mais expostas à infecção) e na região tropical da América do Sul (ocorrendo a maioria dos casos em adultos jovens que apresentam exposição ocupacional). Nos últimos anos, o nº. de casos notificados na América do Sul aumentou dramaticamente e a zona de transmissão se expandiu das áreas de floresta para algumas áreas urbanas. Ocorrência:A doença só ocorre onde existe o mosquito transmissor e geralmente é restrita às áreas de floresta, ocorrendo na região subsaariana da África (sendo as crianças as mais expostas à infecção) e na região tropical da América do Sul (ocorrendo a maioria dos casos em adultos jovens que apresentam exposição ocupacional). Nos últimos anos, o nº. de casos notificados na América do Sul aumentou dramaticamente e a zona de transmissão se expandiu das áreas de floresta para algumas áreas urbanas.
Vacinas disponíveis: Antiamarílica (vírus vivo atenuado, cultivado em células de embrião de galinha).

Doença por Haemophilus - influenzae do tipo B

Descrição: O Haemophilus influenzae do tipo b (Hib) é uma bactéria que causa na maioria das vezes infecção grave e invasiva em crianças pequenas (principalmente abaixo dos 15 meses de idade). Entretanto, adultos acima de 50 anos e pessoas com condições especiais (como anemia falciforme e imunocomprometida) também apresentam risco aumentado de desenvolverem pneumonia por Hib.
Sintomas: Na infância: causa meningite, pneumonia e epiglotite, podendo ainda causar sepsis (infecção generalizada) e artrite. Nos adultos de risco: causa pneumonia, que se apresenta normalmente com febre alta, tosse e dor torácica.
Complicações: A meningite por Hib causa morte de 1 em cada 20 crianças e dano cerebral permanente em 10-30% das sobreviventes. A pneumonia por Hib pode levar à morte em qualquer faixa etária.
Transmissão: Via respiratória, através da tosse e secreção nasal.
Ocorrência: Principal causa de meningite bacteriana na infância até a década de 90, mas com a introdução da vacina anti-Hib no Calendário da Criança houve uma queda significativa na ocorrência da doença. Apesar de ser bastante grave em crianças abaixo dos 15 meses de idade, crianças após os 5 anos de idade e adultos apresentam pouco risco em adquirir a doença. Entretanto, a necessidade existe caso a pessoa tenha mais de 50 anos de idade ou tenha uma condição especial, como: ● Anemia falciforme; ● HIV / AIDS ou outras doenças que afetam o sistema imunológico; ● Tratamento prolongado com drogas como esteróides; ● Tratamento de câncer com radioterapia ou drogas; ● Transplante de órgão ou medula óssea; ● Esplenectomia funcional ou anatômica;
Vacinas disponíveis: Vacina conjugada anti-Hib isolada ou combinada a outras vacinas como Vacina combinada contra a difteria, tétano e coqueluche ( dTPa +HIB), na vacina Pentavalente (dTPa + HIB + Salk) e na Hexavalente (dTPa + HIB + Salk + Hep. B).

Doença Pneumocócica

Descrição: O Streptococcus pneumoniae é uma bactéria que apresenta vários sorotipos e causa freqüentemente: Nas crianças: otite, pneumonia e meningite. Nos idosos: pneumonia (particularmente em indivíduos com condições especiais que aumentam o risco da doença).
Sintomas: Pneumonia: Caracteriza-se por febre alta, tosse e dor torácica Otite, febre e eventualmente supuração. Meningite: Apresenta-se normalmente de forma grave, com febre, dor de cabeça e rigidez de nuca. Pode ainda haver: Náusea, vômito, fotofobia, confusão e sonolência. Em recém-nascidos e crianças pequenas estes sintomas podem estar ausentes e somente haver inatividade, irritação e vômito.
Complicações: Todas as formas de doença pneumocócica podem levar a morte e a meningite pneumocócica pode ainda causar convulsão, dano cerebral, deficiência auditiva e deficiência de aprendizado.
Transmissão: O pneumococo encontra-se presente na flora nasal e na garganta de várias pessoas.
Ocorrência: Atualmente, o pneumococo é uma das principais causas de meningite bacteriana (junto com o meningococo) e é uma das causas mais comuns de morte, é uma doença prevenível por vacina.
Vacinas disponíveis: Vacina anti-pneumocócica conjugada 7-valente – Indicada para toda criança até os 9 anos de idade. Vacina anti-pneumocócica 23-valente -Indicada a partir dos 2 anos e para todo indivíduo com condições que aumentam o risco da doença , como portadores de doenças cardiovasculares, pulmonares, renais crônicas, diabetes mellitus, cirrose, alcoólatras e imunocomprometidos.

Doença Meningocócica A, B, C

Descrição: Doença Meningocócica (DM) é uma infecção grave causada pela Neisseria meningitidis (meningococo) que pode se apresentar das seguintes formas: meningite meningocócica com ou sem meningococemia (presença do meningococo na corrente sanguínea).O meningococo apresenta os seguintes sorotipos: A, B, C, X, Y e W135.
Sintomas: A doença meningocócica apresenta-se normalmente de forma grave, com aparecimento súbito de febre, dor de cabeça intensa e rigidez de nuca, com evolução dos sintomas em horas ou 1-2 dias. Pode ainda haver: náusea, vômitos, fotofobia, confusão, sonolência e uma erupção petequial. Em recém-nascidos e crianças pequenas estes sintomas podem estar ausentes e somente haver inatividade, irritação e vômito.
Complicações: Convulsão, dano cerebral, deficiência auditiva, deficiência de aprendizado e morte.
Transmissão: Via respiratória, através da tosse e secreção nasal.
Ocorrência: O meningococo causa doença em todas as faixas etárias e, junto com o pneumococo, é atualmente uma das principais causas de meningite bacteriana em todo o mundo. Os sorogrupos A e C são os que mais freqüentemente causam epidemias.
Vacinas disponíveis: Vacina anti-meningocócica C conjugada. Vacina anti-meningocócica A + C. Vacina anti-meningocócica B + C.

HPV

Descrição: É a primeira vacina projetada para a prevenção de câncer de colo do útero e lesões pré cancerosas vaginais e vulvares, assim como para a prevenção de verrugas genitais. Já está disponível na YMUNE para ser aplicada em esquema de três doses. O principal meio de transmissão do HPV é através de contato sexual com pessoas infectadas. Entretanto, a possibilidade de contaminação através de objetos como toalhas, roupas íntimas, vasos sanitários ou banheiras não pode ser descartada. Transmissão:O principal meio de transmissão do HPV é através de contato sexual com pessoas infectadas. Entretanto, a possibilidade de contaminação através de objetos como toalhas, roupas íntimas, vasos sanitários ou banheiras não pode ser descartada. Sintomas de infecção por HPV A maioria das pessoas com infecção genital de HPV não sabe que está infectada. O vírus vive na pele ou membranas mucosas e geralmente não causa sintomas. Algumas pessoas apresentam verrugas visíveis na área dos genitais ou têm alterações pré-cancerígenas no cérvix, vulva, ânus ou pênis. Em casos raros a infecção por HPV pode ocasionar câncer no ânus ou genitais.
Indicação: Para mulheres na prevenção da infecção pelo papiloma vírus humano de 09 até 26 anos em três doses, no esquema 0-2-6 meses com a vacina do laboratório MSD ou de 10 até 25 anos em três doses, no esquema 0-1-6 meses com a vacina do laboratório GSK. Atualmente dispomos de duas vacinas diferentes contra o HPV: uma é a Vacina contra HPV oncogênicos (16 e 18, recombinante, com adjuvante AS04) do laboratório Glaxo Smith Kline e a outra é a Vacina quadrivalente recombinante contra HPV (tipos 6,11,16 e 18) do laboratório Merck Sharp & Dome.
Conheça Nossos Serviços

CLÍNICA YMUNE

Ymune, Clínica de Alergia, Asma, Imunologia e Vacinação de Goiânia.